Artista cria motos macabras com ossos de animais

Postado por: ozueira Gamer
Você gastaria R$ 120.000 em uma motocicleta que não funciona? Antes de tomar uma decisão sobre isso, você precisa saber que a moto em questão é, na verdade, feito de ossos de animais. Um homem da Flórida criou uma motocicleta usando um monte de ossos de outros animais mortos como crânios de vaca, crânios de jacaré, ossos de cabras, lobos, guaxinins, tartarugas e porcos, e uma coluna de vaca para cada uma das rodas. A moto tem um nome curioso e sugestivo: ‘Cowasaki’.
Artista cria motos macabras com ossos de animais (1)
Reese Moore, criador da moto, disse que ele leva cerca de um ano para recolher todos os ossos de animais mortos na beira da estrada, ou carcaças deixadas por caçadores e agricultores. Resse de 65 anos, também faz uma série de outras coisas com os ossos, incluindo dinossauros e helicópteros. E quando ele não está fazendo isso, ele treina baleias e leões-marinhos e constrói peças de museu.

“Eu não faço coisas normais”, observou Moore. “Então eu saio por aí para mostrar e fazer coisas esquisitas.” Ele entrou no negócio ossos após usá-los para fazer decorações de Halloween para seus filhos em algum momento no início de 1990. Naquele ano, ele fez um dinossauro a partir de uma variedade de ossos para seus filhos. Quando o dono do Saloon de Froggy perguntou se ele poderia levar o modelo, Moore teve uma ideia melhor. “Eu estava brincando, e disse: Eu vou construir uma motocicleta para Bike Week.” O proprietário do bar disse que não poderia ser feito e Moore aceitou o desafio. “Em cerca de três ou quatro dias, eu liguei para ele e disse que ele poderia pegar sua moto.”
Suas obras são expostas em eventos e museus, e chegam a valer de 120 mil a 300 mil reais e diz que provavelmente, estas são as motos mais fotografadas da história.
Artista cria motos macabras com ossos de animais (2)
Artista cria motos macabras com ossos de animais (3)
Artista cria motos macabras com ossos de animais (4)
Artista cria motos macabras com ossos de animais (5)

Comentários:

0 comentários:

Postar um comentário